Acabou a fofoca

Até que enfim o Google arrumou o que faltava para acabar de vez com a fofoca no Orkut.

Privacidade nos scraps também!

Agora só quem está na sua lista tem o aval de fuxiqueiro, os curiosos que estão fora dela não podem mais entrar e ver seus scraps, uma vez que vc tenha habilitado a opção no site. Claro que a gente perde um pouco da diversão, mas assim como os sites Flickr, Picasa e os blogs, agora podemos permitir ou não que desconhecidos vejam o conteúdo do recados e imagens no Orkut.

Pelo que li em O curioso talvez nem eles consigam copiar os recados que estejam bloqueados. Para quem não conhece o site, vc entra e cadastra as pessoas que quer bisbilhotar e ele copia os scraps, mesmo os que a pessoa apague depois, ficam gravados lá. Agora as pessoas podem voltar aos velhos hábitos, como estudar, ler um livro ou ir lavar uma roupa em vez de controlar a vida alheia via Orkut..hahaha!

Bem, deixa eu ir porque tem uma trouxa de roupa me esperando e uns cinco livros para eu ler.. 😛

Ass: Ex-fuxiqueira

Anúncios

A banana

A loira aqui anda tentando resistir aos doces, bombons e guloseimas, por isso tem trazido umas frutinhas para matar aquela fominha no meio da manhã e da tarde. Maçã, pêra, mamão, morango (humm, isso me lembrou alguém) e banana. Eu adoro banana!

Hoje, resolvi comer a banana no meio da manhã, afinal tomei café da manhã às 6:30h e às 10h eu já estava querendo atacar um bombom. Claro que a ala masculina não perdoou quando me viu com a banana na mão. Só porque ela era gordinha e torta?

Antes da primeira mordida já ouvi de um colega “Aí Dani, cuidado com o boy na sua frente, isso para ele é uma fantasia erótica”. O menino começou a rir e ficou vermelho. Mordi a bendita  e ouço de outro colega e diz: “Nossa Dani, vc é gulosa heim…” Vcs tinham que ver a cara dele ao me dizer isso!

Respondi “Isso é uma banana ué! Que mal há nisso gente? Nunca viram uma mulher comer banana?” Em uníssono a homarada disse “aaaaahhhhhhh, desse jeito não!” seguido de gargalhadas e pensamentos absolutamentes impublicáveis aqui, eu aposto!

Homens… Hunf!!

Hum!

Eu sabia.. sempre soube que não ia resistir mto tempo. Tinhamos afinidades, tinhamos histórias felizes e fracassadas de amores que nos marcaram, nos feriram, nos fizeram sentir vivos. Essa falsa segurança que a amizade virtual nos dá, me mantinha a salvo de você. Mas quando você veio de verdade eu senti as pernas tremerem, o coração bater mais rápido, bobrboletas voarem no meu estômago como há muito não acontecia e de uma forma tão impulsiva e inesperada que eu tive medo. Só que já era tarde..

Sentada no bar esperando você chegar eu pensei mil vezes em ir embora, em não deixar essa represa se romper, a única língua que falávamos igual era a dos nossos desejos. Por outro lado queria vê-lo ao vivo, ouvir sua voz, ver seu sorriso, seus olhos, sentir seu calor. Ter certeza de que eu conseguiria sair imune, que ia ficar tudo bem, em segurança. Tsc, tsc!

Quando você chegou apressado, veio em minha direção e me tocou os cabelos ao me dar um beijo no rosto, sem nem me deixar levantar… eu queria abraçá-lo… ali eu já senti a energia correndo. Fiquei na defensiva, virada para frente enquanto você sentou-se ao meu lado com o corpo totalmente voltado na minha direção e falva sem parar com a língua presa, com esse maldito sotaque que me encantou.. falava de uma forma apaixonante do seu trabalho, de si, de tudo que fez naquele dia. E eu lá sorrindo, admirando, absorvendo cada pedaço seu, como se pudesse guardar nitidamente na minha lembrança a sua imagem perfeita.

Aos poucos fui relaxando, estava doida para colocar a mão em você! Pedi que chegasse mais perto para falar no seu ouvido que a senhora da mesa em frente nos observava atentamete.. Você me beijou o pescoço, colocou um das mãos na minha nuca (golpe baixo…) e eu te empurrei, pensei “como assim?! Não.. não faça isso.. eu aqui me segurando para não parecer tão louca e você toca meu ponto fraco?” Se bem que àquela altura qualquer lugar no meu corpo inteiro era um ponto fraco.

Estávamos de frente um para o outro e minhas pernas entre as suas, as coxas roçando uma na outra me causando mais desejo. Enquanto conversávamos, tocava seus braços, suas mãos e queria mais, mais. Não cansava de tocar sua pele, sentir a firmeza dos seus braços, o toque das suas mãos, toques firmes, decididos.. Toques de homem! Seus lábios tocaram os meus várias vezes, devagar em beijinhos curtos entre pedidos para não fugir de você, que se tornaram mais doces, e os lábios se entreabiram para receber um ao outro, sua língua tocou a minha e nossas coxas se apertaram, meus braços em torno de você, minhas mãos no seu rosto, as suas na minha cintura me puxando para perto… Ahh homem.. ali eu já estava inteira na sua mão!

Encostei minha testa na sua e suspirei, juro que pensei estar no céu… e foi aí que eu vi o volume na sua calça. Deus do céu! Aquilo me excitou tanto que eu tive que colocar a mão na boca para não soltar uma risada mais alta.. eu nao podia ir embora sem provar você. Aceitei seus pedidos insistentes em ficar. E a noite estava apenas começando…

I'm alive!

A celebridade aqui (já me chamaram até de Blogstar, acreditam?), well a celebridade anda sem tempo, sem inspiração e principalmente sem saco para pensar em algo para postar… But, the good news is….I´m alive 🙂

Viva, linda, sorridente e com mil coisas na cabeça ao mesmo-tempo-agora, para variar..! Vai  ver é por isso que não consigo organizar as coisas aqui na cabeça.

Ando cansada, dormindo pouco, trabalhando muito… porém conheci pessoas mto legais e o papo com elas é sempre mto bom, me dei dois cds m-a-r-a-v-i-l-h-o-s-o-s  e sinto meu coração ficar mais leve da presença do gaúcho. Quando a inspiração voltar, vcs saberão.. por enqto tô meio away.

PS: Alec, fiquei feliz em saber que vc não resistiu ao exílio blogueiro e voltou! Senti sua falta. Beijos para vcs – Ouçam os dois cds, são ótimos para dançar e namorar.. eu adorei!

Maroon 5 – It Won´t be Soon Before Long

Maroon 5

Jennifer Lopez – Brave

Jennifer Lopez


Justify My Love

I wanna kiss you in Paris
I wanna hold your hand in Rome
I wanna run naked in a rainstorm
Make love in a train cross-country
You put this in me
So now what, so now what?

Justify

I want to know you
Not like that
I don’t wanna be your mother
I don’t wanna be your sister either
I just wanna be your lover
I wanna be your baby
Kiss me, that’s right, kiss me

Yearning, burning
For you to justify my love

Justify1

What are you gonna do?
What are you gonna do?
Talk to me — tell me your dreams
Am I in them?
Tell me your fears
Are you scared?
Tell me your stories
I’m not afraid of who you are
We can fly!

Esse desejo que queima o meu corpo querendo o teu….

 

Para tu amor

“Por eso yo te quiero tanto que no sé como explica lo que siento. Yo te quiero porque tu dolor es mi dolor. Y no hay dudas Yo te quiero con el alma y con el corazón. Te venero Hoy y siempre gracias yo te doy a ti mi amor por existir”

Algumas músicas marcam tanto a gente…