A Violência que assola o Rio de Janeiro

Pereiras

Rodrigo com os avós, a madrinha, o pai e a madrasta. Abraçado a ele vem a irmã e a prima Bia com a Pucca.

Domingo acordei tarde, tomei meu café da manhã, organizei umas coisas em casa e liguei meu computador, como sempre faço para ler emails, mensagens no Facebook, ainda ia preparar um texto para enviar para uma amiga. Comecei a ler os últimos post anunciados no Feeds e entrei em choque quando li uma mensagem da madrinha do meu filho falando que o carro onde estavam os pais dela e a sobrinha (avós e irmã do meu filho) tinha sido alvejado com pelo menos 11 tiros na noite de sábado, quando eles voltavam para casa.

Minha cabeça deu um nó, eu não conseguia terminar de ler, nem raciocinar, mal conseguia falar e Espen me perguntando o que tinha acontecido, porque ele só me ouviu falar alto um Oh My God, Oh My God, something bad happened to them in Rio…! Minha cunhada estava online e eu perguntando o que tinha havido, se estavam bem e ela me disse que eles voltavam ontem da igreja que frequentam e estavam parados no sinal perto de casa, quando o carro atrás do deles foi roubado por dois caras numa moto.

A merda maior nem foi o assalto, as pessoas sabem que não podem reagir porque eles atiram sem pena né? Infelizmente isso é comum no Rio de Janeiro, acho que nas grandes cidades do Brasil em geral. O pior mesmo foi quando dois policiais à paisana, que estavam num carro mais atrás viram a ação dos caras e resolveram atirar! Sim, assim mesmo… sem mais nem menos, eles abriram fogo contra os ladrões e eles revidaram claro. O resultado disso foi que meu ex-sogro levou três tiros, a esposa e a neta não sofreram nada, mas vocês podem imaginar o pânico?! Pelo que parece, os tiros que atingiram meu sogro foram dados pelos policiais, pois os ladrões estavam logo atrás do carro dele atirando para trás em direção aos policiais. E, pasmem, nenhum dos bandidos foram presos.

Só Deus mesmo nessas horas… a irmã do meu filho, de 15 anos,  poderia estar morta agora, ela estava no banco de trás, por sorte sentada do lado direito, atrás da avó. Se ela estivesse atrás do meu ex-sogro ela teria sido atingida por vários tiros. Eles se abaixaram quando começou o tiroteiro, mas ainda assim ele foi atingido.

Enquanto falava com ela no MSN, liguei pro Brasil para falar com meu filho, coitado.. o acordei com a notícia, eu chorando no telefone perguntando se ele tinha falado com o pai ou com a avó, ele me disse que não e perguntou por quê. Disse para ele que tinha acontecido um acidente e que o avô tinha sido baleado. Depois me arrependi, pois imagina acordar com uma notícia dessas. Ele foi para lá correndo e no fim da tarde me disse que estava tudo bem, o avô já tinha tido alta e estava em casa. Uma bala ficou alojada nas costas, perto da coluna, uma outra acertou de raspão as costas e uma acertou um dos dedos da mão.

É assustador o descontrole e o despreparo da polícia no Brasil, não vou meter o pau simplesmente, eu sei que eles não são bem pagos, tem uns treinamentos de merda, não tem acompanhamento de psicólogos após grandes eventos e todo o resto que a gente sabe. Meu pai é policial aposentado, eu sei muito bem dessa realidade. Se quando eu era criança já via ele passando por maus momentos, reclamando do pouco dinheiro que ganhava, imagem agora para os que estão na ativa?

Mas me revolto com a corrupção dentro das Forças Armadas. Por que diabos tem que receber esse dinheiro sujo de bandido para deixar a área limpa para eles, para não atrapalhar “os negócios”? Por que o Estado não equipa melhor seus policiais, por que não investem em treinamento e por que a cidade vive assim à mercê de bandidos, protegida por policiais que mal sabem o que fazer?

A notícia saiu em alguns jornais do Rio como podem ler aqui e aqui.

Olhem o estado que ficou o carro :

Eu fico daqui tentando não pensar na violência lá, pois os meus ainda vivem no Rio de Janeiro né? Tomar cuidado não basta mais, temos que rezar muito pedindo proteção e daqui a pouco as pessoas não poderão mais sair de casa… Lamentável.

Como disse para eles pela internet, espero que a recuperação do meu ex-sogro seja a melhor possível e que o trauma desse episódio seja superado, que Deus continue olhando por eles e os proteja desses perigos hoje e sempre.

11 comentários sobre “A Violência que assola o Rio de Janeiro

  1. Que coisa horrível, a violência esta demais mesmo em todo canto. As vezes eu penso que seria bom morar no Brasil, mas sempre tenho receios quando penso nessas coisas que acontecem com freqüência por lá. Melhoras para o avo do seu filho.
    Beijo

  2. E veja que cidades como o Rio, Sampa e Recife tiveram reconhecidas baixas nos números da criminalidade.
    É horrível abrir o jornal e constatar que grande parte das notícias é em torno da violência, mas quando encontramos gente que conhecemos envolvida, o choque é mais forte.
    Bj

    • @Rosa, O problema da violência no Brasil já deixou de ser algo isolado em determinados estados, está em todo canto. Na minha opinião é algo mto mais sério do que pensamos e vai ser realmente MUITO DIFÍCIL mudar. Isso envolve uma série de coisas, da educação ao investimento do Estado no treinamento dos nossos policiais, esbarra no enorme negócio das drogas, odne sabemos que tem gente de grande escalão envolvido, comandando, lucrando com isso. Que saudade daquela época onde o exército mandava nas coisas, onde as pessoas respeitavam mais as coisas…

      • @Daniela Pedrinha, Pois é não enquadra com o que imaginamos pra 6a economia do mundo, pior é que a vontade de voltar vai pra caixa da nostalgia e fica por lá mofando, pq cadê a coragem de levar filhos pra terminar de criar lá?
        Bj

      • @Rosa, A minha busca por emprego aqui na Noruega se deve muito a isso, eu quero tirar meu filho do Brasil. Ele pode até não voltar para a Noruega, mas não quer mais viver lá.. temos umas opções aqui na Europa e assim que possível, ele muda de lá. Aí eu fico mais tranquila.

        Tem minha mãe e meus sobrinhos tb, mas não posso resolver isso por eles, ela por ser muito idosa e não suportar uma mudança de país e meus sobrinhos tem o pai deles para olhar. Quisera eu poder trazê-los, mas isso tb é uma escolha pessoal, não posso definir ou decidir por eles, entende? Claro que a Noruega seria o lugar perfeito se os meus estivessem aqui.

  3. Nossa menina, que coisa! Já vi isso acontecer em Curitiba tb, de policiais atirarem com mtos civis por perto. Sei que a intenção é boa, mas normalmente alguém que não é bandido acaba saindo ferido. Espero que todos se recuperem bem em todos os sentidos.

    Bjos

    • @Anne, O que eu vejo Anne é que falta estratégia, treinamento, raciocínio lógico, eles não tem orientação de como devem agir em certas situações. Até eu que sou leiga no assunto, não abriria fogo no meio de um trânsito parado no sinal, pois há grandes chances de inocentes serem atingidos. Mania burra essa de policial tentar ser herói, isso só funciona em filme… e isso pq sabemos que os policiais dos filmes são “os policiais”, super treinados, dedicados às suas profissões, realidade mto diferente da do Brasil.

  4. Ola Dona Pedra.Eh realmente assustador a violencia do Brasil,nao apenas no Rio de Janeiro,mas em todos os Estados.Salvador ainda continua com policiais em greve tb,e nos que temos os nossos filhos na guerra de um pais chamado Brasil,so nos resta ter os joelhos no chao para orar por eles e por todos que la estao.Abracos.
    Cris

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s