Ginecologista na Noruega

Oi pessoas, hoje fiz minha primeira consulta com um ginecologista aqui na Noruega. Primeiro fui no meu fastlege (o médico familiar, médico regular) porque era hora de mudar a pílula anticoncepcional que estou usando, pois fiz 40 anos. Daí comentei o que estava me incomodando e mencionei que marido e eu pensamos em ter um bebê. Calma gente.. não é para agora e eu não estou grávida ainda. Ele me encaminhou para o ginecologista, ambos trabalham no mesmo prédio, salas lado a lado.

Recebi uma carta uns dias depois avisando o dia da consulta, horário e o nome do médico. Confesso que meu fastlege não é a simpatia em pessoa, ele é seco, direto. Pergunta o que você tem, (ninguém procura médico à toa né?), indica a medicação se necessário e pronto, pague a consulta e tchau..hehe. Ele é o mesmo médico do meu marido, por isso minha escolha.

Estava nervosa com a consulta de hoje, pois eu faria o preventivo e ia falar sobre o planejamento da gravidez,  meu  histórico familiar de minha mãe diabética, da morte da minha irmã gêmea por causa de um câncer que começou no ovário direito e o câncer de mama na minha tia paterna e, claro, por causa do exame em si. Eu odeio fazer preventivo, tenho pavor mesmo!

Os consultórios aqui são muito bacanas, organizados, modernos, limpos, eles tem arquivado no sistema minhas últimas consultas médicas (por isso ele sabia já algumas coisas sobre mim), não tem aquela papelada, fichas intermináveis onde os médicos anotam tudo. Nem receita eu peguei porque o sistema deles é integrado à farmácia e basta dar a data do meu aniversário e eles verão o que o médico prescreveu. Bacana né?

Cheguei e a recepcionista, uma senhorinha muito simpática me atendeu, perguntou meu aniversário, peso, altura, data da próxima menstruação, confirmou endereço e telefone e pediu para eu esperar. Sim, tudo em NORSK! E eu respondi o que pude em norueguês🙂 Ai que orgulho de mim mesma!🙂 Esperei um pouquinho e o médico me chamou.

Que surpresa boa descobrir que ele é o oposto do fastlege, me recebeu com um sorriso, apertou minha mão e perguntou se eu era de Portugal (ele deve ter visto em algum lugar que eu falava português), abriu um sorriso quando eu disse que era do Brasil, foi super simpático, respondeu minhas perguntas, esclareceu umas coisas, me falou de um congresso em que ele foi onde foi falado que 80% dos partos no Brasil são cesáreas e que isso o surpreendia.

Aqui na Noruega eles tentam o parto normal até o fim, só fazem uma intervenção cirúrgica se for algo muito sério ou se a paciente estiver em risco. Veremos como se passará isso comigo… Dúvidas esclarecidas, ele me disse para ir para a sala ao lado para me preparar para o exame. Fui e já comecei a me despir, enquanto procurava aqueles jalecos que normalmente usamos no Brasil, não achei. Antes mesmo de eu tirar tudo (duas calças, duas meias e a calcinha) o médico já estava na sala comigo.

Aí lá fui eu me sentar naquela cadeira de exames, ultra moderna, pensando cadê o resto da cadeira?? Parece que ela não tem o assento, mas tem.. só que ele é aberto em forma de U. Muito mais confortável fazer o exame assim. Pela primeira vez foi pouco dolorido e foi rápido. Ele olhou tudo, colheu o material que precisava e por fim fez uma ultra transvaginal para ver os meus ovários. Sim, não precisei de guia de exames para ir a outro lugar para fazer a ultra. Achei ótimo isso.

Mas levei um susto, pois quando ele ligou o monitor, já com a câmera posicionada para olhar como está meu útero e ovários, apareceu a imagem de um bebê de 7 semanas de gestação. Eu olhei a imagem e disse “What?? That is a baby… Am I, Am I..?” Ele rindo disse, calma.. essa é a última imagem da paciente anterior que está grávida. Eu ri também e disse “Ufa!”

Muito bem, em 3 meses volto para ele ver como estou e falarmos mais sobre se Espen e eu vamos mesmo querer tentar uma gravidez. Segundo ele, o ideal é não esperar muito mais, pois o tempo está passando, os óvulos já não são os mesmos e todo aquele papo sobre uma gravidez depois dos 40. Veremos como as coisas se encaminham, como vou reagir a nova pílula e quem sabe no verão comecemos a encomendar um noruga-brazuca?🙂 Ahh para as curiosas, paguei 400 krones (coroas norueguesas) de consulta e mais 313 dos remédios.

23 comentários sobre “Ginecologista na Noruega

  1. Oi Dani,

    Comecei a ler seu blog é muito bacana, divertido e instrutivo! Parabéns!

    Com relação a gravidez, é lógico que o o que o medico disse é muito verdade, tambem ouvi isso. Mas engravidei do Pedro um mes antes de completar 40 anos e a gravidez foi super tranquila. Só tive dois “problemas”, azia que me acompanhou do inicio ate o dia do parto. E a outra coisa foi a diabetes gestacional que pode acontecer por causa da idade tb. Mas acho que no meu caso foi mais pelo sobrepeso. E pos isso a opção de parto normal foi descartada…. Ainda bem…🙂
    Mas mesmo com a diabetes a gravidez foi tranquila, tive que fazer uma dietinha e fazer o controle diario.
    Entao, nao fique encucada com a idade! A nossa idade tá na cabeça…🙂

    Beijo e vou continuar lendo sempre que possível

    • Oi Renata, que bom ver vc por aqui. Na minha primeira gravidez, eu tinha 16 anos e também tive diabetes gestacional. Minha mãe é diabética e agora esse medo é bem maior em mim, pois estou acima do peso também. Vamos ver como ficam as coisas, em maio volto ao ginecologista para mais uma consulta, aí vamos conversar melhor sobre alimentação, peso e o que eu devo fazer daqui pra frente.

      Imagino que esse controle e dieta vão começar antes de eu engravidar.. Apareça sempre, beijo enorme pra vc e Pedro.

  2. Ai nem me fala em ter q ir ao Ginecologista LÁ… Aaaaafffffffff… Mas faz parte, né?😉 O fastlege eu já tenho… Um amigo do meu (futuro) marido. Vamos torcer pra q a/o ginecologista seja legal tbm! o/ Beijooooooooooooo! E tomara que vc engravide LOGO! rsrsrsrs😛

    • Eu agradeço imensamente por meu gineco ser um genleman e super conversado. Detesto médico que não fala, explica, indica as coisas.. vai dar certo Priscila, qdo vc vier pelo menos já tem um médico indicado. Em breve quem sabe eu volte com essa novidade? Bjos

  3. Oi!!! Acabei de conhecer seu blog e adoreiiii!!! Tudinho mesmo! Te desejo muita sorte quando vocês realmente decidirem ter um nenê!!!
    O sistema de saúde que você descreveu me pareceu igual ao que eu vi na Holanda e amei!!! :))))

    • Oi Nadja, desculpa a demora em responder… por enqto o sistema de saúde aqui está aprovado. Pelo menos nunca vi filas enormes e aquela confusão que vemos nos hospitais brasileiros. Pode ter certeza que dou a notícia aqui no blog tão logo saiba que estamos grávidos🙂 Bjos

  4. misterio solucionado… 26 bds pela consulta. Aqui voce nao conseguiria nem ver o GP – muito menos um especialista e fazer um ultra som.

    Me aguarde – vou de mala e cuia pra Noruega. KKK

  5. Nossa, achei caro. E se vc for a dermatologista, oftalmologista, etc vai pagar pra cada um? Aqui na Alemanha todo mundo é orbigado a ter plano de saúde, estatal ou particular. O estatal é muito bom, mas a gente tb paga caro por ele. E mais 10 EUR a cada 3 meses. Funciona. E cçã não paga remédio, o que eu acho fantástico. No Brasil fiquei horrorizada com o preço de um antibiótico que tive que comprar pra Julia. Depois de um tempo fora a gente perde a noção do caro e barato por lá.

    Depois te escrevo um post sobre o bilinguísmo da Julia. Bjs

  6. E isso é caro ou barato? Vc tem plano de saúde aí e mesmo assim tem que pagar? Fiquei curiosa de saber como é na Noruega. Na Escócia tb se faz preventivo só de 3 em 3 anos, acho um absurdo. Talvez se vc pagar eles façam um por ano particular? Adorei saber que está animada pra ter um bebê, é isso aí, mas se vcs estão a fim, não espera mais não! Bjs

    • @Marcela, Aqui não existem planos de saúde como no Brasil, pagamos consultas e exames, mas quando chegamos num determinado valor (1840 coroas norueguesas) continuamos pagando, mas o valor volta para gente depois.

      Eu vou mencionar a minha preocupação com minha saúde, pq não me sinto segura em esperar tanto tempo para fazer preventivo. Se eu fizer por um particular (não credenciado pelo governo) não recebo o valor de volta depois.

      Qdo me registrei aqui na Noruega, fiz o cadastro num site do governo que me oferece uma série de informações sobre educação, saúde, emprego etc. Lá escolhi meu médico que é credenciado deles e assim funciona, ele me indica um especialista se eu precisar, ambos da mesma rede de contatos, digamos assim.

      400 coroas seria 120 reais no Brasil, mais ou menos o preço de uma consulta lá.. eu acho. Bjos querida

  7. Dani, depois me conte qual foi o anticoncepcional que ele passou. Tambem estou chegando aos 40 esse ano.
    Eu fui a dois ginecologistas aqui, gostei dois dois, ambos tinha cadeiras como você falou. O segundo tinha umas toalhas e mandou eu ja ir pra cadeira com a toalha cobrindo, o primeiro nao tinha nada, kkkk sinceramente prefiro assim, acho mais natural.
    Tambem pago esse valor de 400 e pouquinho.
    Olha, agora isso de preventivo a cada 3 anos não existe, você pode fazer quando quiser, o governo eh que cobra da gente esse a cada três anos e paga por ele, mas meu medico disse pra eu não esquecer de fazer todo ano e ainda me deu um ‘puxão de orelha’ porque fiquei dois anos sem fazer preventivo. E quando fui em 2010 (poiis eh, ja passou de um ano, mas por enquanto so tres meses, kkk) eu fiz ultra, preventivo e consulta e paguei esses 400 e pouco, e ainda nao tava na epoca de fazer o preventivo gratis que o governo oferece. Esse gratis a gente recebe uma carta convidando, com ela vamos ao fast e geralmente ele mesmo faz o preventivo, eu nunca fiz nesse esquema, sempre peco a consulta com o ginecologista e la faco tudo e pago.
    Entao faca seu preventivo anualmente, e ultra tambem, ja que voce tem um caso de câncer na familia.
    E seu post foi providencial, vou semana que vem marcar um ginecologista.

    Beijo

    • @Luciana, Sim Lu, eu vou cobrar isso do médico, no Brasil eu fazia todo ano e depois que minha irmã apareceu com o câncer minha médica fez um monte de exames e disse que queria me ver de seis em seis meses. Não achei necessário, só se eu tivesse algo tb né.. Mas como vou pagar quero fazer todo ano mesmo.

      A pílula que vou usar é a Cerazette, começo em duas semanas ela tem um hormônio a menos. Se não me engano ela só tem o Estrógeno, procura pelo nome do remédio, tem bula online dele. Atualmente eu uso a Loette 28 e funciona tudo direitinho, meu ciclo continua regular. Em 3 meses volto lá e vamos ver o que vamos resolver sobre o bebê🙂 Bjos

  8. Eu infelizmente não tenho possibilidade de viver na Noruega, mas não é por isso que eu não goste de saber como as coisas funcionam, afinal esse sistema é resultado da inversão correta de impostos e como estamos obrigados a pagar-los em qualquer lugar, o exemplo bom dessa tacada no nosso salário serve pra avaliarmos se a coisa está sendo bem feita ou não aonde nos tocou viver.
    Aqui, USA, saúde é uma vergonha, cara e pra poucos, muito semelhante aos problemas que temos no Brasil com as diferenças entre SUS e hospitais particulares.
    Sobre os partos cesários é um fato e uma vergonha para o Brasil, mas é uma tendência muito forte fora da Europa a substituição do parto natural pelo cesáreo mesmo que a OMS esteja contra. Assunto pra muitas mangas kkkkk.
    Tive um VBAC agora e para consegui-lo foi uma guerra, existem inclusive Estados com leis contra essa prática aqui, espero que possamos ter uma saúde organizada e humanizada como na Noruega, Suécia… sem precisarmos mudar pra esses países.
    Bj

  9. Eu nao entendo como tem gente que reclama da saude aqui, eu acho tudo tao moderno… Essa semana tambem precisei de medico e fui super bem atendida.. Sem contar com a alta tecnologia..Eu fiz o preventivo, mas foi com a minha propria fastlege que tem especialidade ginicologica foi assim que cheguei na Noruega, logo terei que ir novamente. E quem gosta de preventivo? Eu odeio, mas precisa neh? Nao sei porque mas o meu fastlege nao eh o mesmo que o do Bruno… Ta demorando de engravidar em??? Precisamos de um bebê por aqui logo. Bjs

    • @Elisabete Santos, Sim Bete, precisamos.. mas ele me disse que o próximo preventivo só em 3 anos. Vou rezar para ficar tudo bem, pq eu tenho medo por causa do histórico de câncer na família. Para mim, o melhor mesmo, foi a identificação com o médico, me senti quase no Brasil pela maneira atenciosa como ele me atendeu. Pode esperar amiga… em 2012 vcs receberão a notícia de que a cegonha vai chegar em Tønsberg. hehehe.

  10. kkkkk já pensou?? vc gravida e descobri ali na hora. kkkkkk ia ser um baita susto…rsssss ri muito!!! Lembrei que uma vez minha sogra me disse que vc parecia uma Norueguesa, lembra? rss
    bjs

  11. Dani,
    A coisa boa com a Noruega é a pouca quantidade de gente… ai fica fácil de informatizar tudo e cruzar informações…

    Bom que você conseguiu um medico bom… eu tenho horror a ginecologista frio… ARGH…
    Quando estava na Noruega fiz meu preventivo com o meu fastlege mesmo… ele tinha tudo…

    Aqui na Inglaterra a mesma coisa…

    beijos e boa sorte com seus planos
    Mercia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s