Primeiro teste no curso

Ontem no fim da aula o professor nos avisou que teríamos o primeiro teste. Silêncio geral, olhos arregalados, um risinho aqui e outro ali.. de nervoso, é óbvio. E justo ontem eu tinha consulta marcada às duas da tarde, o que encurtaria meu tempo de estudo. Saí do consultório, comprei meus remédios e voltei para casa voando, pois estava faminta também.

Estudei o que pude, fiz resumos, revi a matéria, repeti tudo que foi dado na última aula, etc. O teste seria depois da pausa, mas quando chegamos lá, mais uma surpresa: o teste seria na parte da manhã, pois teríamos um treinamento de evacuação do prédio, uma simulação de incêndio depois de uma da tarde.

Vocês lembram daquela expressão “quem não cola, não sai da escola”? Pois bem, não adiantou nada o professor dizer, não pode consultar dicionário, caderno, livro, gramática… e nem olhar ou perguntar ao colega do lado. Rs! Ele teve que sair da sala por uns minutos, acho que ficou fora uns 10 minutos. Só sei que (quase) todo mundo começou a olhar os livros, cadernos, perguntar ao colega do lado. Uma zona! Eu nem tentei pegar os meus, tinha guardado na bolsa, imagina o mico meu professor voltar para sala e me pegar “colando”? Uma burra velha como eu… hahaha!

Honestamente não sei dizer se fui bem, algumas coisas achei muito fácil de fazer, porém outras… ai ai. Tenho quase certeza que errei, troquei algumas coisas. Ainda sinto dificuldade com os substantivos e alguns verbos. Faço uma confusão na hora de usar Et, En, Ei e isso muda todo o resto. Vamos ver como me saí. Mas achei importante tentar fazer sem consultar minhas anotações, livro e caderno para saber exatamente onde preciso melhorar.

Outra coisa legal foi que recebemos ontem, um login e uma senha para estudarmos online, o programa chama-se Migranorsk, podemos usar no curso em determinados dias, mas podemos usar em casa também. Essa é a parte boa! Estou gostando, comecei a usar hoje, pois (sei lá o motivo) meu cartão não estava com o professor ontem. Não sei se foi porque informei a minha mudança de nome anteontem.

Por fim, se alguém souber me explicar, de modo que me faça entender, quando é Hankjønn (masculino) usamos  en, Hunkjønn (feminino) usamos ei e quando é Intetkjønn (neutro) usamos et, ficarei imensamente grata. Porque eu não entendo mesmo por exemplo: et hus (uma casa) – huset (a casa), et vindu (uma janela) – vinduet (a janela)… Estão pensando como eu né.. tudo que tem na casa é neutro, inclusive a casa. Wrong! En dør (uma porta) – døren (a porta –  é masculino????).

Tá achando ruim?? Imagina o nó que dá na minha cabeça quando vejo en avis – avisen, en kopp – koppen (o jornal, o copo – masc.), ei flaske – flaska (a garrafa, fem.) aí me aparece et eple – eplet (a maçã), que para mim é feminino e et frimerke – frimerket (o selo) que me soa como masculino, mas entram como neutros. Um rolo horrendo.. afff! Não saquei qual é a regra, se é que existe uma… se existir ME DIGAM QUAL É! 😉

Ainda falam que Português é língua difícil….

 

Anúncios

10 comentários sobre “Primeiro teste no curso

  1. Alemão tb é assim, mas as regras pros artigos é praticamente nenhuma, é na base do decoreba mesmo. Por isso é tão difícil acertar as declinações, porque tudo depende do artigo, saber o gênero da palavra e se não souber, a frase sai toda declinada errada. Mas com o tempo as palavras do dia a dia vc pega e as outras vc aprende a disfarçar como eu 🙂

  2. Pois é, não tem explicacão, é a mesma coisa que no português, não temos explicacäo do porque um substantivo é do gênero feminino ou masculino, podemos apenas supor no caso do substantivo terminar em ‘o’ ou ‘a’, mas e quando não termina, como no caso de chapéu? Porque chapéu é masculino?
    Não temos explicacäo, a mesma coisa no norueguês.
    É uma das piores partes de aprender essa lingua, principalmente porque no português e inglês, por exemplo, o artigo vem sempre na frente, já no norueguês fica variando e inclusive no plural.
    Bom, é decorar.
    Você tá na comunidade de Kelly no Orkut?
    Lá tem umas gramáticas para baixar, tem inclusive em inglês.

    Vamos que vamos, um dia a gente chega lá com essa língua de dar nó nas cabecas.
    Beijo

  3. Dani, pior que näo tem regra, é como nossos artigos no português que também não temos regra, nada explica porque em português casa é ‘a’ casa e carro é masculino, ‘o’o carro. Então é decoreba mesmo. Mas podemos usar o en nos casos de ei, tem muitos livros que ignoram o ‘ei’ e só usam o ‘en’ e isso eu também não gostava. Mas agora já aceito. Minha cunhada disse que usar só o ‘en’ nos casos de ‘en’ e ‘ei’ tá correto, mas fica estranho usar ei ou en nos casos que é ‘et’.

    Uma vez vi na net uma lista de todos os substantivos que usam ‘et’, mas perdi, quem sabe um dia a gente encontra.

    Menina, esse Migranorsk é ótimo, a gente usa aqui também, mas desde o ano passado que eu peco uma nova senha pra minha professora e ela não consegue, a que me deram näo funciona.

    Boa sorte e bons estudos!

    Beijo

    • @Luciana Håland, Pois é Lu.. no português temos o gênero mas. e fem. e as variações de gênero, número e grau, não temos essa budega de neutro.

      Então o ei, en e et podem ser chamados de artigos como no português (o, a, os, as)?? Estou tentando entender isso junto com marido, nem ele consegue me explicar porque e qdo se usa isso..hehehe. Mas vou descobrir! Bjo 😀

      • @Daniela Pedrinha, Dani, vou tentar te explicar.

        Esses são artigos definidos e indefinidos.
        Então por exemplo:
        Et hus que dizer ‘uma casa, já quando o artigo passa pro final da palavra ele define o substantivo, então huset quer dizer ‘a casa’.
        Hus é o plural indefinido = casas
        E husene é o plural definido que é ‘as casas’.

        Então:
        et hus – huset – hus – husene
        uma casa – a casa – casas – as casas
        (a house – the house – houses – the houses)

        É a mesma regra para os demais substantivos, seja com en, ei ou et. O que muda é só o gênero e esse gênero é decoreba mesmo.
        E tem o lance dos substantivos irregulares, que é o caso de et hus, que não recebe ‘er’ no final quando fazem plural, também vai ser na base da decoreba.

        Espero ter ajudado.

        Beijo

      • @Luciana Håland, Mas isso eu sei, o prof já repetiu mil vezes. Mas não entendo pq janela é feminino e porta é neutro..são partes da mesma coisa.. da casa..hehe. Vou fuçar mais na gramática..

        Ahh como é difícil achar gramática norueguesa para comprar! Estou usando uma que peguei na biblioteca, mas queria (milagrosamente) achar uma que fosse escrita em inglês 😛 Tô pedindo muito né?

    • @Eve, Se eu entender isso… vou aprender bem mais rápido. Essa budega aí muda inclusive os adjetivos e o plural. Não deve ser difícil, mas eu ainda não saquei qual é. Ando tão louca que, se marido disser que vamos mudar para Dinamarca, eu sento e choro. Aprender outro idioma… sei não. 😯

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s