A vida na Noruega

Muitas pessoas me perguntam como é viver aqui, como eu sinto isso agora. O frio, a comida, a saudade de casa… Lembro que no começo foi assustador, no segundo dia de Noruega comecei a pensar o que eu estava fazendo aqui, vem aquele monte de questões, as comparações e a saudade bate forte.

De ambos os  lados, brasileiros e noruegueses, me perguntam muito sobre como lido com o frio e sobre o idioma. Eles aqui entendem que não vou aprender o idioma em uma semana, a pergunta é mais no sentido de “quando poderemos nos comunicar em norueguês”, “já está estudando nosso idioma?”. Já o povo do Brasil pergunta logo “E aí, já está falando norueguês?”, como se isso fosse fácil nesses quase seis meses que vivo aqui. Claro que hoje o som da língua não me assusta ou aborrece mais (sim, eu tive um período que odiava ouvir norueguês), mas sozinha não vou conseguir, preciso do curso, preciso ler a palavra para me familiarizar mais.

Para o Rodrigo foi um pouco mais fácil assimilar algumas frases mais usadas, pois no colégio ele só ouve isso. Os amigos falam com ele em inglês, mas a maior parte do tempo, as aulas, as orientações dos professores são em norueguês. De estrangeiros só tem ele e uma menina da França. Como será isso para ela??

Mês que vem começo o curso e é um misto de frio na barriga e excitação pelo novo, pela possibilidade de aprender a língua que meu marido fala. Isso é importante para mim, para me inserir na sociedade, obviamente, mas é muito importante porque eu quero entender o que ele fala, meus enteados, cunhadas, sogro e os novos amigos.

Semana passada fomos comemorar o aniversário do chefe dele, um dos amigos perguntou ao Espen se eu não me aborrecia em ficar lá na sala no meio do povo falando norueguês e eu sem entender nada, pois ele teve uma namorada francesa que ficava pau da vida com isso. Espen disse que não, que eu levava bem agora. Agora né? Pq como disse antes em outros posts, eu ficava para morrer, me sentia insegura, entendiada e muito enciumada se fosse papo entre ele e uma mulher, por exemplo. Mas foi bacana pois todos conversaram comigo em inglês também, não preciso ser o centro das atenções, até porque fico envergonhada, mas é bom não me sentir um peixe fora d’água.

Ainda não tentei esquiar, algo que muitos querem me ajudar a experimentar (marido e sogro no topo da lista.. haha), creio que ainda terei um post falando disso e dos tombos que levei. Fotos também.. esqueceram que meu personal paparazzi Espen não perdoa nada, nenhum tombo, cabelo desarrumado ou ângulos que não me favorecem?

Sobre a escuridão… quando ouvia falar ou lia nos outros blogs sobre a tal escuridão do inverno, ficava pensando que viveria noites intermináveis e isso me causava um certo temor. Aqui na região onde moro não ficamos sem luz do dia como quem vive mais ao norte. O que me incomoda e me deixa perdida (meu relógio biológico ainda não entendeu isso) é que amanhece mais tarde, luz do dia mesmo na parte da manhã só depois das nove horas. Agora imagina acordar às sete e estar tudo escuro? Me sinto acordando de madrugada. O anoitecer às 4 da tarde não me incomoda tanto, já estou de pé mesmo né? E graças à Deus não sofro com essa depressão que muitos mencionam ser causada no inverno. Minhas depressões tem outros motivos, bem mais pessoais.

Sobre o frio, eu pensava que não ia aguentar meses com essa friaca brava. Pensem que eu nunca experimentei nada abaixo dos 10 graus positivos. Mesmo quando morei no sul do Brasil, nunca encarei nada abaixo disso, quando estava menos de 10 eu não saia de casa..haha!  Então quando começou a esfriar aqui, Jesus amado… eu praguejei, xinguei, mesmo achando bacana. Eu não tinha roupas adequadas e, obviamente, não sabia me vestir para ESSE tipo de frio. Espen ria de mim quando eu reclamava dos 10 graus positivos, me dizia “Espera para ver como vai ficar em algumas semanas”. Ele tinha razão!

Depois de experimentar temperaturas abaixo de zero (acho que o máximo foi -18) eu entendi porque ele dizia que não estava frio quando chegávamos perto de -5 ou acima de zero. Sem falar do vento. Outro dia saí e estava -2, pensei “ahh não preciso de muita coisa, só esse casaquinho é suficiente”, mas foi só botar o pé do lado de fora para sentir gelar até os ossos. Voltei correndo e coloquei o casacão. Aí quando meus amigos brazucas falam que está frio lá.. eu rio e rio muito. Eles não sabem o que dizem. Nunca usei touca ou cachecol como os daqui, quando morei em Curitiba. Luvas?? O povo me olharia com estranheza caçoando do meu exagero. No Rio de Janeiro então ia ser o micão do ano!

Não acho mais tão estranho ficar vestida demais, sair com luvas, cachecol, touca de lã, botas forradas por dentro, meias de lã e etc. Nem mesmo quando preciso tirar tudo isso e carregar  nas mãos ou na bolsa, pois dentro das lojas, shoppings e casas tem aquecimento, então eu começo a suar. Claro que ainda uso mais roupas que meu marido, por exemplo. Admiro muito a resistência dele com relação ao frio..

Mas o que ferra tudo aqui é o gelo no chão. Já falei mil vezes disso.. não uso o brodder, então patino e escorrego um bocado. Hehe. Temos tido dias lindos, ensolarados e mais quentinhos e eu continuo amando esse céu, essas paisagens. Mesmo que para uns, pareça que está tudo morto.. está não, estão só adormecidos esperando a Primavera 🙂 Assim como eu espero!

Um beijo

Anúncios

37 comentários sobre “A vida na Noruega

  1. Oi Daniela

    Estou pensando em concorrer a uma bolsa do Ciências sem fronteiras para Noruega, mas gostaria de saber como é o custo de vida neste país. Já li que é muito cara, por ser um dos países mais desenvolvidos do mundo. O governo brasileiro fornece uma bolsa-auxílio de 870 euros, sem moradia e alimentação. Com este dinheiro, é possível sobreviver na Noruega?

    Obrigado

    • Oi Felipe, esse valor daria algo em torno de sete mil coroas. Não acho que seria suficiente, a não ser que vc dividisse o apartamento com outros estudantes, pois o aluguel de um quarto e sala na Noruega, dependendo do local, pode custar entre seis e 8 mil coroas em média. Não sei como está agora o mercado de locação agora, então esse valor pode variar. E vc ainda precisa ter algum dinheiro para comer, pagar condução, roupas e remédios.

      Existem apartamentos que são alugados para estudantes, então paga-se menos e cada um tem um quarto e usa as dependências comuns da casa, como banheiro, cozinha e sala. Vc poderia ficar no campus da universidade? Nesse caso talvez o valor seja suficiente, mas essa informação eu não tenho. Não sei, por exemplo, se no campus vc paga alguma taxa para a universidade para ter o quarto disponível.

      Tente contato com a universidade onde será dado o curso, com certeza eles podem te informar melhor sobre isso. Boa sorte!

  2. Oi
    eu sou de Angola, e vou estudar na noruega este ano, curso de engenharia de petroleo, gostaria de saber quando terminam as ferias de verão? E quando começa as aulas nas universidades?

  3. Ih, bati numa teca errada e sumiu tudo!!!Vamos lá de novo:
    Oi Daniela, vim parar no seu blog procurando informaçãoe da Noruega pq o sonho do meu marido e eu é vivermos num país civilizado de verdade. Ele se aposentará aos 50 anos daqui a 4 anos e 1 mês. Eu sou locutora profissional e posso parar a qualquer hora pq somos só nós dois. Aqui, o salário dele é suficiente.A cegonha errou o endereço ao nos entregar! Detestamos calor, suor, gritaria, churrascos sem fim, trânsito de vale-tudo,carnaval enfim….Apreciamos a paz , o silêncio, a quietude, a cordialidade sem afetação e…..o frioooooooo com todos os apetrechos que você citou. É puro aconchego.E com o tempo o organismo se acostuma! Noite? AMOOOOOOOO. Ao contrário do consenso, fico deprimida quando amanhece. Quando a noite chega, euforia total.
    Então!? Como é o custo de vida aí. De quanto precisaríamos pra viver uma vida simples? Detalhe: não falamos nem inglês, mas ainda há tempo….
    Obrigada e um abração!

      • Oi Daniela já tem um tempo que te acompanho,eu chamo a minha história de uma história de amor…eu moro no Rio de Janeiro, tenho uma vida estável ,um emprego público de onde tiro o que desejo…mas sempre me faltava algo,um grande amor..e mais ou menos há um ano e meio eu conheci o meu namorado um noruegues educado, gentil,amoroso e que demonstra seu amor todo o tempo por mim,ano passado eu conheci seu País,sua família,amigos ,sua cultura , enfim …em nenhum momento eu tive dúvidas sobre o que eu quero ! E o que eu quero e viver ao lado do meu noruegues amado . As pessoas aqui falam : você é louca?? Largar um emprego público com estabilidade para viver naquele frio? Mas a vida é feita de escolhas….e eu escolhi o amor…porque nenhum emprego do mundo vai me fazer tão feliz quanto estar ao lado da pessoa que eu amo

  4. Minha irmã esta a um mês na noruega, ela disse que uma ótima maneira de aprender é se jogar sozinha e se esfoçar haha

    Ela disse que foi a uma festa sozinha sem saber nada em noruegues e conseguiu fazer algumas amizades gesticulando haah

    Deve ser um lugar maravilhoso!

    • @Enelyne Maia, Corajosa e otimista sua irmã, mas honestamente essa não é a forma mais fácil de aprender o norueguês, uma língua difícil com sons diferentes dos que estamos acostumados a ouvir no inglês, português ou até mesmo espanhol. Ela deu uma de muda para falar só com gestos ou se arriscou antes a pronunciar algumas palavras em norueguês? Decorou umas frases prontas.. como foi?

  5. Muito interessante seu blog! Eu morei na Noruega de 1990 até 2006, mas em 2006 desisti, ou melhor, cansei! Do clima, das pessoas, do sistema, da língua, de tudo. Queria acordar de manhã e pedir meu café com leite na padaria da esquina calçando havaiana e EM PORTUGUÊS. Mas a experiência foi muito boa: viajei muito, conheci culturas diferentes, falo cinco idiomas. “Tudo vale a pena, quando a alma não é pequena”. Faz cinco anos que estou no Brasil, só voltei à Noruega duas vezes nesse tempo. Agora estava lendo histórias dai em diferentes sites, acho q bateu uma saudade… de leve, não tenho saudade dos looongos invernos. Boa sorte ai.
    RF

  6. Oi, Daniela !

    Hj e a 1ª vez que leio seu blog, sou apaixonada pela Escandinavia, então a Noruega para mim e um manjar dos deuses … O que ma fascina e a costa norueguesa e tão linda !!! as cidades de Tromso, Lakselv, Alta, Hammerfest … e o Cabo Norte, mas me parece um sonho que esta tão longe … ainda não tenho situação financeira p. conhecer essas belezas e nem o destino me colocou no caminho de um estrangeiro … Sei que não e fácil a adaptação, mas me parece que vc tem garra e determinação para superar isso e um dia com certeza ira se lembrar disso e ira grandes risadas … tudo de bom, que Deus continue iluminando a vc e sua familia.
    P.S.: Desculpe! creio que acabei me desabafando um pouco aqui …
    Força, Bjs. 😳

    • @Sylvia, Nossos sonhos nos movem pela vida, é por causa deles que não paramos, não desistimos. Planeje direitinho que um dia vc pode vir conhecer a Noruega. Mas não é só a costa norueguesa que tem belezas não… olhe com calma meus posts sobre a região onde vivo e verá que tem mta coisa legal ao sul também 🙂 E qdo precisar, quiser perguntar algo… dentro do que eu sei sobre essa terra, prometo responder. Bjo

  7. Oi Daniela! Sempre fui louco pela Noruega, acho os fiordes lindos!
    E o sol da meia noite, Poético demais em!
    Se eu tivesse esse chance que tu teve. iria sem pensar.
    Adoro ate o Morten Harket, o vocalista do A-HA, Que são daí. Você já os viu?
    Felicidades.

    • Oi João.. Os fiordes são lindos mesmo.. ainda não vi todos, mas os que consegui ver nossa… natureza impressionante. O sol da meia noite acontece mais ao norte, eu moro ao sul, aí não tenho chance de ver.. assim como a Aurora Boreal (essa sim me fascina muito) Mas nada que uma visita a amigas que moram no norte não resolva né?

      Tb curto o A-ha.. e infelizmente não os vi ainda. Não prometo pedir autógrafo para você se os vir, pq acho que vou morrer do coração. E já que vc gosta tanto daqui, já pensou em vir passear por essas bandas geladas? Abraços e obrigada pela visita.

  8. Oi Daniela, que bom saber q sua adaptaçao està indo bem!!!!!! Eu achei q era a unica a ouvir a tal pergunta “e ai, ja fala francês”, nossa como isso me irritava. O pessoal acha q é automatico sabe, 1 mes morando aqui e pronto, motivo suficiente pra ser fluente!!!!!

    Bjsssss

  9. É isso mesmo Daniela a adaptação sempre acontece de forma mais legal ou conflituosa, mas vai acontecendo às vezes sem a gente nem dar conta com a questão do frio.
    É focar na valentia que a gente consegue.
    Bj

  10. Amiga,

    Eu te adoroooo!! Você é super especial, torço muito por você!! Você também atura meu humor, minha insegurança, minha chorumingação rsrsrsrsrs. Se não fosse você, meus dias aqui sem maridex seriam super chatos, se não te encontro aqui sinto falta… Você é minha irmã querida!
    Bjs!

  11. Dani,

    Eu conheço bem tudo que contou ai, pois tive a oportunidade de acompanhar a sua luta contra o frio e adaptação, fico feliz em saber que tudo está caminhando bem e sei que em breve teremos mais novidades por aqui, trabalho, gravidez, passeio no Brasil…hehehehe.
    Eu amo conversar contigo, pois me dá forças e vontade de encarar esse novo desafio, que como tu, irei enfrentar….
    Beijos no coração amiga querida.

    Te adoro¹

    • Pois é amiga.. vc aturou meu mau humor, minhas viagens na maionese, me deu conselhos e me ajudou a levantar o astral muitas vezes. Rimos muito juntas, trocamos muitas idéias, nos consolamos em mtos momentos e eu já sinto vc como uma grande amiga-irmã. Vc sabe que conto os dias para ouvir vc me dizer “estou indo finalmente viver na Noruega” e aqui continuaremos nosso contato, mas ao vivo.

      Obrigada por tudo de bom que vc me deu, pelos abraços e beijos virtuais, pelas boas palavras, pelas broncas e alertas tb, esses tb são mto importantes né?? Minha companhia de todos os dias no MSN, cozinhamos, limpamos a casa entre fofocas e conversas sérias. Te adoro mulher.. mil beijos

  12. Oi Dani,

    Fico feliz em ver que voce esta se adaptando, e que esta se sentindo melhor, nao falei que os primeiros 6 meses sao os mais dificies? Daqui pra frente vai ficando mais facil e aqgora aprendendo a lingua sera melhor ainda.

    Ja o frio, voce se acostuma com o tempo…. Mas com certeza terao dias insuportaveis!!!! Nos aqui, por exemplo, tivemos uns ventos vindo do norte (que eles chamam de artic cold!!!), foram 3 ou 4 dias de temperaturas muito baixa, chegamos a -38 graus, doia ate a alma!!!! Hoje ja estamos com -4 e sensacao de -9, andei tanto ao ar livre pra comemorar, foi tao bom!!!! Ta vendo soh, quando a gente acha que ta ruim pode sempre piorar… ahahahahahahah….

    Ja a depresao, esse eh o primeiro inverno am 6 que me sinto deprimida, em dezembro ja nao via a hora do inverno acabar…. Mas como a sua amiga ai disse, a primavera chega e tudo se torna mais belo!
    Bjks e boa sorte nas suas aulas (eita que ficou longo!)

    • Lu qdo eu estava escrevendo o post lembrei do que vc me disse e ia até mencionar, mas acabei indo por outro lado e só lembrei agora qdo li seu comentário.

      Menina… -38 ??? Eu ia morrer se acontecesse isso comigo.. e a sensação térmica com esse vento todo? -50 né?? No Brasil eu amava o vento, pq amenizava o calor, aqui não amo tanto assim. Vamos ver como reajo aos próximos invernos. Pelo menos já sei o que me espera.

      Obrigada pelo comentário e pelos votos de boa sorte.. um beijão querida.

  13. Quando as primeiras florzinhas começarem a botar as carinhas de fora e o céu começar a ficar azulzinho por mais horas, e ainda tiver neve branquinha lá fora, parece que todo o friozão compensa… Eu gosto até mais da primavera que do verão.

    E faz favor de usar is brodder pra não se quebrar, mulé! Eu ando com os meus na bolsa, onde tem gelo eu paro e calço os maledetos, não tô nem aí! kkkkkkk

    bj

    • Eu já acho que compensa o friozão.. mesmo ansiosa pela chegada da Primavera, meu sogro outro dia me disse, fica calma que daqui a um mês e meio começa a melhorar e vc vai ver uma outra Noruega desabrochar. Tão fofo ele.. E é esperto tb, foi passar o fim do inverno no calor da Espanha.

      Estou tentada a comprar mesmo o brodder.. eu odeio andar insegura nas ruas e calçadas com medo de cair. Já basta meu filho que quebrou a mão num tombo né? Mas vou te contar.. meu marido é um terrorista às vezes, qdo estou com ele agarro na mão para não cair e ele me dá uns cutucões, uns empurrões sem soltar minha mão sabe.. só para me assustar e me ouvir gritar. Palhaço né? Bjos

  14. E cada ano você vai enxergar de um jeito diferente, o inverno do ano que vem já não será como esse, e o outro e o outro… Mil vezes vc vai mudar de opinião e depois que começar a entender o norueguês é que vc vai realmente entender o “jeito”deles. Eu já comemoro quando está fazendo 2 graus e falo que “esquentou”hahahah, e sou carioca 🙂 Bjs

    • Verdade Ma.. meu marido estava temeroso que eu sofresse muito com o primeiro inverno e resolvesse me mandar daqui. Hehe! Mas ele tb me diz isso, que cada inverno será de um jeito, que eu terei outras impressões a cada estação.

      Assim como vc, fez 2 graus eu já digo que esquentou! Qdo me perguntam se está frio eu digo.. não.. está normal. Normal para quem??? Como boa carioca, tb sei o que é calor.. mas agora entendo qdo meu marido diz está uma temperatura boa hj, agradável, mesmo qdo ainda é bem frio. 😉

  15. Querida Danisíssima!
    Fico tão feliz em ler suas impressões agora, passados os temporais mais severos da adaptação…
    Você está indo muito muito bem mesmo! Estou muito orgulhosa de vocÊ e tenho certeza que assim que você começar a estudar o idioma, mergulhará mais fundo nesse novo mundo, nessa nova vida!
    No Budismo, temos um Gosho (ensinamento) que diz assim “O Inverno nunca falha em se tornar Primavera”… e assim será, minha querida!
    Beijukkas 😀

    • Assim espero Jux, todos me dizem isso, que será muito importante e engrandecedor aprender a língua. Estou mais serena, mais tranquila. A ansiedade é só no sentido de comer logo o curso, logo a trabalhar para ficar tudo mais fácil para mim, Espen e minha família. Bjos flor

  16. Oi Daniela, falta apenas 01 mês e alguns dias para entrar de férias, umas curtas férias de 10 dias, mas que já dá aquele descanso merecido….
    Te perguntei como foi parar na Noruega porque morro de vontade de sair do Brasil, por inúmeros motivos. E achei interessante conhecer alguém que mora na Noruega!!!

    Um Grande Abraço

    • Humm, mas vc pensa em sair por amor ou por causa de trabalho, estudo? São diferentes opções né? Tá namorando gringo também? 😉 Qdo as férias chegarem, mesmo curtinhas, aproveite para relaxar e esquecer do trabalho. Bjos

      • Penso em sair mesmo por causa de estudos e trabalho, o Brasil é muito ruim para assalariados, muito imposto e muita dificuldade em consegui uma remuneração para minha área. Não namoro um gringo, sou noiva de um mineiro… Dilema!!!!

        Mas penso principalmente em fazer uma especialização fora. Em comércio exterior!!

        Um Abraço

      • Ihhh… ele aguentaria ficar longe de vc um ano ou mais enqto faz a especialização?? E outra coisa, aqui tb se pagam impostos bem altos. A diferença é que vemos para onde esse dinheiro vai e o salário mínimo é suficiente para viver em boas condições.

        Eu acho bem válida a idéia da especialização, já tem em mente onde gostaria ou poderia ser bem aproveitada depois nessa área?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s