Promessas de Casamento

Martha Medeiros

Em maio de 98, escrevi um texto em que afirmava que achava bonito o ritual do casamento a igreja, com seus vestidos brancos e tapetes vermelhos, mas que a única coisa que me desagradava era o sermão do padre. “Promete ser fiel na alegria e na tristeza, na saúde e na doença, amando-lhe e respeitando-lhe até que a morte os separe?” Acho simplista e um pouco fora da realidade. Dou aqui novas sugestões de sermões:

– Promete não deixar a paixão fazer de você uma pessoa controladora, e sim respeitar a individualidade do seu amado, lembrando sempre que ele não pertence a você e que está ao seu lado por livre e espontânea vontade?
– Promete saber ser amiga(o) e ser amante, sabendo exatamente quando devem entrar em cena uma e outra, sem que isso lhe transforme numa pessoa de dupla identidade ou numa pessoa menos romântica?
– Promete fazer da passagem dos anos uma via de amadurecimento e não uma via de cobranças por sonhos idealizados que não chegaram a se concretizar?
– Promete sentir prazer de estar com a pessoa que você escolheu e ser feliz ao lado dela pelo simples fato de ela ser a pessoa que melhor conhece você e portanto a mais bem preparada para lhe ajudar, assim como você a ela?
– Promete se deixar conhecer?
– Promete que seguirá sendo uma pessoa gentil, carinhosa e educada, que não usará a rotina como desculpa para sua falta de humor?
– Promete que fará sexo sem pudores, que fará filhos por amor e por vontade, e não porque é o que esperam de você, e que os educará para serem independentes e bem informados sobre a realidade que os aguarda?
– Promete que não falará mal da pessoa com quem casou só para arrancar risadas dos outros?
– Promete que a palavra liberdade seguirá tendo a mesma importância que sempre teve na sua vida, que você saberá responsabilizar-se por si mesmo sem ficar escravizado pelo outro e que saberá lidar com sua própria solidão, que casamento algum elimina?
– Promete que será tão você mesmo quanto era minutos antes de entrar na igreja?

Sendo assim, declaro-os muito mais que marido e mulher:  declaro-os maduros.

———

Assim deve ser.. assim a gente espera 🙂


Anúncios

7 comentários sobre “Promessas de Casamento

  1. Passei aqui para uma visitinha ,,li seu post acima sobre sua irmã gêmea e fiquei imaginando a sua dor ,só posso te dizer força e espero que sonhe muito com ela pra matar a saudade .. ..

    Um grande abrço

  2. Amora, vc vai lembrar de mim? rs
    Então, acrescento mais uma coisinha que faça sexo todos os dias…
    “Tipos” se encontrar um assim eu caso.

    Beijos

  3. Pedrinha, quem garante que os dois cônjuges, os dois pombinhos, vão ler o seu post?
    Ou por outra, quando um não quer dois não brigam.
    Ou ainda: há sempre um querendo brigar.
    Geralmente o amor acaba quando chegam as dificuldades financeiras, sei de inúmeros exemplos.
    É uma beleza ter um carro zero com gasolina e ipva pagos. Não há amor que resista andar a pé depois da tempestade., independente do sermão do padre.

    Luiz vc está de mau humor ou está sendo mal amado?? O post não é para um casal de pombinhos específico, é só um texto que fala de amor, do que realmente deve unir duas pessoas. Se o amor acaba qdo chegam as dificuldades financeiras, será que era amor?? Quem escolhe seu par e define que deve estar ao seu lado pela conta bancária ou pelos bens materiais deve ser um tremendo infeliz e um chato exigente… pq não se pode construir o patrimônio juntos? Ai ai..

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s