Os micos que a gente paga

Pois é.. todo mundo paga um mico básico de vez em quando, todo mundo já se viu numa situação estranha, esquisita, inusitada onde queria que se abrisse um buraco no chão para poder se jogar e sumir. Quem não tem um sem noção na família ou no grupo de amigos?

Ontem fui colocar umas roupas para consertar, fazer bainha, apertar etc.. e levei minha mãe comigo. Na mesma galeria onde fica esse stand de consertos, tem outros que vendem de tudo, bijoux, artesanato, roupas, tapetes e mais uma infinidade de coisas.

Passando em frente a um stand de roupas indianas, comentei que era esse stand que me referi outro dia e tal. Ela entrou e enquanto olhava algumas roupas eu perguntei ao rapaz se ele era indiano mesmo, ele respondeu que sim e fiquei conversando com ele, perguntando da cultura, há quanto tempo ele estava no Brasil e como foi a adaptação dele.

Aí a sem noção da minha mãe vira e fala:

– Ahh eu sabia que ele era indiano, é só você olhar a cor dele. (Sim, ela disse isso…) Eu já te falei Daniela que os indianos tem essa cor escura. (Explicando como se eu fosse uma menina de 3 anos)

Eu tentando contornar a saia justa, morrendo de vergonha pela maneira como ela colocou a coisa, ainda disse:

– Eu sei que os indianos tem a pele morena, aqui no Brasil também tem muita gente de cor diferente. Minha avó mesmo era negra, meu pai é moreno.. e eu nasci assim branquela porque puxei lado da minha mãe.

O problema não foi ela falar da cor, foi a maneira como ela falou.. entendem? Todo mundo sempre falou que os indianos não gostam da própria cor e minha mãe me solta um comentário desses?! O coitado fez uma cara de sem graça… tadinho! Continuei conversando, perguntando como estava sendo viver fora do país dele, como aprendeu o idioma, se já tinha filhos, havia me dito que era casado com uma brasileira.  Ele respondeu que ainda não tinha filhos e a maluca da minha mãe pergunta de novo:

– Ahh você é casado com brasileira? Ela é morena ou mulata? Porque os estrangeiros adoram as mulatas… Ai o pobre homem responde:

– Não, ela é branquinha assim como vocês.

Depois disso eu tratei de tirar ela de lá, não sem antes ela começar a falar de religião, de Buda, Krishna e afins… Uma coisa é o que estudamos sobre outras crenças, outra coisa é o que isso representa e de fato acontece com as pessoas nascidas em determinado lugar, concordam? Mas minha mãe tem um defeito, ela não se manca e fala umas merdas de vez em quando que dá raiva.

———————–

No salão de beleza, no mesmo dia

Leivei-a para cortar o cabelo com a minha cabeleireira e fiz altas recomendações, porque sei o quanto ela é chata (com tudo), mas mesmo assim ela disse para moça:

– Olha, quero que corte assim, não pode tirar muito atrás porque meu pescoço é muito comprido e se você tirar mais de dois dedos do meu cabelo, vai acabar com ele.. aí eu não volto mais aqui! Da outra vez que cortei a pessoa estragou meu cabelo, levei um tempão para acertar e eu não quero que estrague de novo e blá blá blá…

Eu morta de vergonha de novo, mas já com raiva também né.. falei:

– Ok mãe, ela já entendeu como você quer o corte. E ela falando… voltei para perto dela e disse “agora chega ok? Você está sendo antipática e é a primeira vez que vem aqui”

Por aí vocês podem ter uma noção do que é meu dia a dia com ela… aff!

Anúncios

6 comentários sobre “Os micos que a gente paga

  1. E parece que esse mico foi dos grandes…..sobre o indiano todos adoram o brasil por saber que brasileiro não é preconceituoso…..porém sua mãe se mostrou super preconceituosa em relação a nossa cor……. é extremamente lamentável que aqui no brasil ainda há pessoas assim pois na minha classe social somos muito bem aceitos e o que os ricos ou classe média costumam dizer é que preconceito é coisa de pobre, que além de ser infeliz ainda são pobres de espírito também….espero sinceramente que vc não puxe sua mãe e possa dar um futuro diferente aos seus filhos.

  2. Nossa, vc não teve vontade de se enfiar embaixo do tapete e simplesmente desaparecer? O mico com o indiano sinceramente foi foda… com diria uma amiga minha vergonha master hiper plus!

  3. Confesso que já transcrevi um texto escrito por você, que refletia exatamente o que eu estava sentindo. Mas não sou insuportável. Todos que convivem comigo me adoram.

  4. Minha mãe não me faz pagar micos assim. Mas minha avó sim, meu pai às vezes…. até meu marido às vezes me deixa “sem graça” em algumas situações.
    Da vontade de esganar né?

    Já sobre a chatice pra cortar o cabelo minha mãe é igual. Minha tia é cabeleireira e lembro que qdo minha mãe ia cortar o cabelo com ela era um clima chatinho.

    Espero não fazer estas coisas com a Julia no futuro! rs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s